Você tem medo de ficar sozinho?

Muitas pessoas têm medo de ficar sozinhas, passar a vida sem um companheiro ou não encontrá-lo. Desejar viver uma relação afetiva é normal, porém muitas pessoas por conta desse medo, acabam se envolvendo com pessoas que aparecem, para não estarem sozinhas, acreditando que pode dar certo. O problema é que por conta do medo, essas pessoas acabam se moldando ao outro e se esquecendo, começam a fazer coisas para estar com a pessoa, que não é boa pra elas e muitas vezes se sujeitando a situações que para si eram aversivas e humilhantes. Com isso a pessoa se abandona para viver o padrão do outro, para não estar sozinha, evitar brigas e confrontos. Com isso o parceiro cresce e percebe, que aquela pessoa, faz qualquer coisa que ele quiser por medo do término da relação.

O que essas pessoas não percebem é que já estão sozinhas, mesmo estando numa relação, pois o companheirismo, carinho, cuidado, respeito e proteção elas não têm. Todo o envolvimento, compromisso e vontade de estar naquele relacionamento, é do que se abandonou, o outro faz o que quiser, pois tem a certeza que o parceiro sempre estará ali, não precisa fazer nenhuma força pela relação. Esse tipo de relacionamento é altamente destrutivo, pois a pessoa acaba perdendo a sua essência, seu eu, muitas vezes levando a depressão, fobia e síndrome do pânico, por conta da grande ansiedade, incertezas e desqualificações recebidas ao longo da relação.

Aprenda a se sentir bem com você mesmo, aprecie-se, valorize-se, ame-se, priorize-se, proteja-se, pois ninguém poderá te preencher se você não aprender a se suprir e se colocar em primeiro lugar. Você precisa se conhecer, se admirar, se apreciar, valorizar o que tem de bom e buscar mudar o que não te agrada, para que você seja uma pessoa melhor para si, fazendo com que também seja uma pessoa melhor para os que convivem contigo. Aprenda a olhar no espelho e reconhecer o seu valor e o que você merece, para que você não aceite ser diminuído, desrespeitado e humilhado por ninguém e se isso acontecer, você saiba se proteger e sair da situação.

Uma relação precisa ser boa para ambas as partes, o envolvimento e comprometimento tem que ser igual, pois a responsabilidade de cada um na relação é de 50%, por mais que se deseje, ninguém pode assumir nem 1% do outro, pois ele não poderá agir no outro, só em si mesmo. Sabendo disso, é bom que você tenha em mente que tipo de relação você quer e como quer ser tratado, para que você tenha parâmetros para posicionar o outro naquilo que se espera do relacionamento, para que possam fazer acordos e negociações para a construção dessa relação, que precisa ser uma parceria onde ambos se sintam bem, confortáveis e acolhidos.

A relação afetiva precisa ser como uma sociedade, onde ambos se envolvem, se comprometem para fazer dar certo. Todo mundo que se sente livre perto de alguém, podendo ser ele mesmo, sem medo, onde a comunicação acontece, com hora de ouvir e hora de se expor, que ao lado dessa pessoa, sabe que poderá dar e receber, apoio, acolhimento, respeito, admiração, segurança, rir e chorar, sentindo-se completo, sem divisões, sempre terá vontade de voltar para esse lugar, ou seja, sem possessividade, sem prisões.

A vida pode ser leve e proveitosa! Quer aprender como...

#relacionamento #autoestima #amorpróprio

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo